Quem sou eu

Minha foto
Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil
Ziguezagueando por aí eu troco a pele. Fui pra lua morar!

domingo, 30 de março de 2008

Madrugada no campo -Cecília Meirelles



Com que doçura essas brisa penteia
a verde seda fina do arrozal -
Nem cílios, nem pluma,
nem lume de lânguida lua,
Nem o suspiro do cristal.

Com que doçura a transparente aurora
tece na fina seda do arrozal
aéreos desenhos de orvalho!
Nem lágrima, nem pérola,
nem íris de cristal...

Com que doçura as borboletas brancas
prendem os fios verdes do arrozal
com seus leves laços!
Nem dedos, nem pétalas
nem frio aroma de anis em cristal

Com que doçura o pássaro imprevisto
de longe tomba no verde arrozal!
- Caído céu, flor azul, estrela última:
súbito sussurro e eco de cristal

Cecília Meirelles

Um comentário:

Diz disse...

Lica, minha gatinha é lilica:)
tb gostei do seu blog, temos afinidades. vc é budista?
qual linha?
conheço o pessoal do daishonin aqui.
Gostei dos poeminha squ eli aqui.
Bj Laura
apareça sempre, ando meio abandonada la. :)