Quem sou eu

Minha foto
Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil
Ziguezagueando por aí eu troco a pele. Fui pra lua morar!

domingo, 30 de novembro de 2008

É preciso - Lica Verissimo



É preciso
É preciso carinho pra cuidar do afeto.
É preciso telhado pra ter um teto.
É preciso o simples pra entender o complexo.

É preciso um olhar pra se revelar.
É preciso zelar para desfrutar.
É preciso mais de um para somar.

É preciso água para germinar.
É preciso fracassar para um dia ganhar.
É preciso simplificar ao invés de complicar.

É preciso se entregar para realmente amar.
É preciso compreender para não julgar.
É preciso fé para alcançar.

É preciso braço pra abraçar.
É preciso mão pra segurar.
É preciso verdade para confiar.

É preciso gentileza pra cultivar beleza.
É preciso natureza pra construir represas.
É preciso destreza pra evitar tristeza.

É preciso viver para colher.
É preciso entender para compreender.
É preciso não ter olhos pra realmente ver.

Lica Verissimo

3 comentários:

leila | REIS disse...

Lindo o seu poema e me fez lembrar de uma música...

Tocando em frente (Almir Satter) [trecho]

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder seguir,
É preciso a chuva para florir

Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história,
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Boa semana pra vc, neste amanhecer com chuva em nossa cidade.

Beijos com carinho

Z A N Z A - MELGAÇO disse...

muito bonito este poema
beijos

Anônimo disse...

Adorei o poema, sobremaneira a estrofe: "É preciso verdade para confiar." Revela uma certeza irrefutável.

(http://willmondes.zip.net)