Quem sou eu

Minha foto
Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil
Ziguezagueando por aí eu troco a pele. Fui pra lua morar!

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

É tão difícil dizer coisas que não podem ser ditas - Clarice Lispector

                                                       imagem : Darlyne Murawski

                                                        
É tão difícil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. 
É tão silencioso. 
Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois?
Dificílimo contar. 
Olhei pra você fixamente por instantes.
Tais momentos são meu segredo.
Houve o que se chama de comunhão perfeita. 
Eu chamo isto de estado agudo de felicidade.

Clarice Lispector

5 comentários:

Francine Esqueda disse...

Que prazer receber sua visita! Sensacional é vc e este texto da Clarice! É ótimo passar aqui! Agradeço as palavras simpáticas. Saiba que as minhas "páginas" estarão sempre abertas para você!
Volte quando quiser!
Abraços

João da Silva disse...

Clarice... essa mulher é um anjo que, por uns tempos, e talvez por equívoco da Natureza, viveu na Terra.
Beijos carinhosos!

alvarêz dewïzqe disse...

Lica, li pouco a Clarisse, e tudo que li achei muito bom... acabo me perdendo entre tantos autores, preciso considerar mais a obra dela, fico com a sensação de que será um ótimo negócio.

caicko disse...

Oi, Lica!! Muito obrigado pelos elogios deixados no ALBERGUE MENTAL. Saiba que as portas e janelas estarão sempre abertas para você. Um beijo grande e uma ótima semana.

ALBERGUE*MENTAL
http://caioalbergue.blogspot.com

caicko disse...

Ah, e não podia deixar de dizer que esse é o meu poema favorito da Clarice...!! Beijos